segunda-feira, 16 de março de 2009

A DOR LEVOU JAIRO A JESUS

E eis que chegou um dos principais da sinagoga, por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés (Marcos 5.22).

Todas as pessoas sabem que precisam de Deus. Muitas, no entanto, não admitem essa dependência por vários fatores, e o pior é que amam mais as trevas do que a Luz. A dor fez Jairo, um dos principais da sinagoga, ir à procura de Jesus. A despeito de ser uma autoridade religiosa, percorreu o caminho em direção ao Senhor, viu-O, prostrou-se aos Seus pés e orou. Então, obteve aquilo de que precisava. Hoje, as mais diversas dores fazem muitos reconhecerem que, sem o Mestre da Galiléia, eles estão perdidos.

Há dentro do homem um sentimento de que algo lhe falta. Esse vazio surgiu quando o primeiro deles pecou e foi expulso da presença divina (Gênesis 3.22-24). Por isso, um indivíduo pode ser rico, famoso, investido de autoridade, ter uma boa família e um cônjuge maravilhoso, mas, mesmo assim, ser frustrado. Só quem tem um verdadeiro encontro com o Senhor Jesus realiza-se verdadeiramente.

Aquele que entra em contato com a Palavra de Deus, pela leitura ou pela pregação, sabe que Ela é a Verdade. Contudo, por estar trilhando caminhos tortuosos, vivendo no pecado, ele deixa para se acertar depois. É incrível, mas há quem ame mais as trevas do que a Luz! A porta larga – com seus apetites carnais, suas ofertas de conforto, prazer e enganos – ilude a maioria das pessoas (Mateus 7.13).

Alguns, quando a dor chega, lembram-se de Deus e O buscam. Ao fazê-lo, são bem recebidos e conseguem resposta para aquilo de que necessitam. Assim aconteceu com Jairo, um homem de posses, que, ao ver a sua unigênita, de 12 anos, sendo tragada pela morte, teve os olhos abertos e decidiu procurar Aquele que, realmente, é a Solução para todos os problemas – o Senhor Jesus.

Em nossos dias, temos visto o mesmo acontecer com milhões de pessoas, as quais, diante de uma doença incurável, um problema insolúvel ou uma ameaça real, têm procurado Jesus, e, graças a Deus, todas elas são recebidas e atendidas!

O caminho para a solução dos seus problemas é este: encontrar o Senhor Jesus, que está na Palavra Deus. É preciso ir à igreja, ouvir a pregação, dar atenção ao que o Altíssimo fala ao seu coração, arrepender-se e abandonar as iniquidades.

Depois de ir à presença do Senhor, é necessário vê-lO. Mas, enquanto os “olhos” do seu coração não forem abertos, você não O verá (Jeremias 29.13). A seguir, prostre-se aos pés do Senhor, renda-se a Ele e ore – abra o seu coração, pois, agindo assim, você também será atendido e obterá a resposta desejada.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

A PROXIMIDADE QUE TRAZ INDIGNIDADE

E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado sarará (Mateus 8.8).

Quanto mais uma pessoa se chega a Deus, mais indigna ela se sente, pois, ao conhecer o Senhor, aprende que a sua justiça é como trapo de imundícia (Isaías 64.6). Aquele centurião – que, provavelmente, durante muito tempo, temia o Todo-Poderoso, orava e dava esmolas e ofertas – declarou-se indigno de receber o Deus eterno debaixo de seu teto. A maioria das pessoas, no entanto, pensa diferente: elas gostariam que Jesus estivesse com elas aonde quer que fossem. Mas como Ele pode caminhar com alguém que vive em pecado?

Aquele que anda distante de Deus não consegue enxergar as próprias falhas; mas, normalmente, vê os erros de todas as pessoas e, se depender dele, essas deveriam ser arrancadas da face da terra. Porém, ao andarmos perto do Altíssimo, conseguimos ver-nos e confessar a nossa indignidade, como, por exemplo, fez o profeta Isaías. Quando viu o Senhor, ele gritou apavorado, dizendo que era um homem de lábios impuros e iria perecer, pois os seus olhos tinham visto o Rei da Glória (Isaías 6.1-5).

Quem se vê como uma pessoa certa, justa e reta precisa conhecer a Verdade (Provérbios 30.12), pois, quando a Luz eterna brilha em nós, descobrimos quão maus e ruins temos sido. Até então, não existiam pessoas melhores do que nós, mas, ao provarmos da misericórdia e da graça de Deus, conseguimos dar o verdadeiro valor aos outros.

O centurião romano era temente a Deus. Ele vivia jejuando, orando, e tudo o que era seu pertencia também aos outros. Por isso, quando pediu a ajuda divina, teve a resposta: o Senhor iria pessoalmente resolver seu problema. Então, surpreso com a decisão de Jesus, ele mostrou o que tinha no coração: a verdadeira fé. Quem, de fato, agrada ao Pai será agradado por Ele. O Todo-Poderoso sempre surpreenderá a pessoa que caminha em Sua luz e confia nEle de todo o coração, mesmo que, às vezes, a decisão dEle seja tão grande, que ela não se sinta merecedora de tal tratamento.

Quantos têm orado e pedido ao Pai que vá com eles para resolver um problema familiar, financeiro, de saúde e tantos outros. Mas de que forma Ele poderia atender a seus pedidos, se eles só vivem olhando para o que não serve, pensando no que é errado e pecando? Dois só andam juntos se houver mútuo acordo (Amós 3.3).

O melhor dessa vida é andar com Deus. Enoque, o sétimo depois de Adão, provou isso. Ele andou com o Altíssimo, e ninguém o viu mais, pois o Senhor para Si o tomou (Gênesis 5.24). Da mesma forma, irmão, esforce-se para cumprir o que a Palavra tem falado ao seu coração. Não se venda ao pecado nem deixe o maligno lhe roubar as grandes surpresas que o Senhor tem para você.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

domingo, 15 de março de 2009

Oração, Comunhão com Deus!

A oração consiste em manter comunhão com Deus. A fé nos faz entender que Deus existe, é um ser real que pode e quer ouvir-nos. Simplificando: orar é falar com o Senhor, expondo nossa gratidão, felicidade, adoração, necessidades e buscando socorro quando necessário. O Espírito de Deus que habita nos corações dos santos deixa-nos continuamente ligado ao Eterno, possibilitando-nos falar com Ele a cada instante, independente do lugar onde estejamos. Por exemplo: andando pelas ruas, dirigindo, numa fila de banco, trabalhando, etc. (Pode-se orar em voz audível ou apenas em espírito.) Experimente e verás que tua comunhão com o Pai se estreitará maravilhosamente.

A oração é ordenada por Deus, sem oração não há comunhão (“Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. Is 55.6 vejam também: Mt 7.7 e Fp 4.6). Há muitos crentes que querem crescer na presença de Deus, serem úteis à obra, no entanto, não reservam tempo para orar; quando o faz é na igreja (cultos) ou no final da noite quando vão dormir, devido ao cansaço, somado ao sono, torna-se mecânica (repetitiva) e desprovida de “óleo”, uma oração sem vida. Esta prática é rejeitada por Deus e não sobe diante do Trono. Sim, devemos orar na igreja, ao amanhecer, antes de dormir, a todo o momento; mas com zelo (“Assim também o Espírito de Deus vem nos ajudar na nossa fraqueza. Pois não sabemos como devemos orar, mas o Espírito de Deus, com gemidos que não podem ser explicados por palavras, pede a Deus em nosso favor. E Deus, que vê o que está dentro do coração, sabe qual é o pensamento do Espírito. Porque o Espírito pede em favor do povo de Deus e pede de acordo com a vontade de Deus”. Rm 8.26,27)

As orações devem ser dirigidas exclusivamente a Deus (“Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.” Mt 4.10 e Sl 5.2), sem intermediários e ao Senhor Jesus, o mediador (“Estevão chamava Jesus, dizendo: —Senhor Jesus, recebe o meu espírito!” At 7.59 e Lc 23.42) e ao Espírito Santo (“Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo.” Jd 1:20). A oração do justo não fica no esquecimento, é ouvida e (“Ó tu que escutas a oração” Sl 65.2) e atendida (“Moisés e Arão foram sacerdotes de Deus, e Samuel orava a ele; eles clamavam a Deus, o SENHOR, e ele respondia.” Sl 99.6; “Na minha aflição, eu clamei ao SENHOR; ele me respondeu e me livrou da angústia.” Sl 118.5). Somos ouvidos e atendidos mediante a graça de Deus (“Quando vocês clamarem pedindo socorro, o SENHOR Deus ficará com pena de vocês; ele os ouvirá e atenderá”. Is 30.19), não é mérito pessoal. Alguns de nossos clamores são atendido de imediato (“Antes mesmo que me chamem, eu os atenderei; antes mesmo de acabarem de falar, eu responderei”. Is 65.24), outros, porém, são demorados (“Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?” Lc 18.7). Devemos orar e clamar pelo que desejamos, no entanto, é preciso entender que o Senhor é soberano e que a Sua vontade é superior à nossa. Em alguns casos não somos atendidos (“Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo”. 2Co 12.8,9).

A santidade é à base de toda uma vida que deseja está em comunhão com o Senhor e usufruir a Sua graça. Infelizmente contemplamos em muitas igrejas uma espécie de “misticismo”, em troca de ofertas, recebe-se objetos “dotados de poder”, inclusive para dominar o diabo. É o evangelho fácil, totalmente desvinculado com a Palavra do Senhor.

As nossas orações são respondidas quando buscamos servir ao Senhor (“Busquei o SENHOR, e ele me acolheu; livrou-me de todos os meus temores”. Sl 34.4) de todo o coração, isto implica, em dedicação total (“Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”. Jr 29.12,13), que gera fé, que por sua vez nos faz paciente e capacita-nos a esperar o tempo oportuno (“Esperei com paciência pela ajuda de Deus, o SENHOR. Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro”. Sl 40.1). Quando permanecemos firme nas promessas, somos atendidos (“Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito.” Jo 15.7), pois as nossas petições são segundo o Seu coração (“Quando estamos na presença de Deus, temos coragem por causa do seguinte: se pedimos alguma coisa de acordo com a sua vontade, temos a certeza de que ele nos ouve.” 1Jo 5.14).

É comum encontrarmos irmãos lamentando por não serem ouvidos pelo Senhor, dificilmente colhem frutos de suas orações. Onde está o erro, no Senhor Deus? De forma alguma. Veja algumas das causas, pelas quais as orações não são atendidas:
1- Os Objetivos (“E, quando pedem, não recebem porque os seus motivos são maus. Vocês pedem coisas a fim de usá-las para os seus próprios prazeres.” Tg 4.3);
2- Corações impuros, cheios dos desejos carnais (“Mas, se eu tivesse guardado maus pensamentos no coração, o Senhor não teria me ouvido”. Sl 66.18);
3- Vida em pecado (“Sabemos que Deus não atende a pecadores; mas, pelo contrário, se alguém teme a Deus e pratica a sua vontade, a este atende”. Jo 9.31).

A oração que sobe como “aroma agradável” até o Senhor tem as seguintes qualificações:
1- Através do Espírito Santo (“Porém vocês, meus amigos, continuem a progredir na sua fé, que é a fé mais sagrada que existe. Orem guiados pelo Espírito Santo”. Jd 20);
2- Coração cheio de fé (“Se crerem, receberão tudo o que pedirem em oração”. Mt 21.22);
3- Vida pura e contrita (“Portanto, cheguemos perto de Deus com um coração sincero e uma fé firme, com a consciência limpa das nossas culpas e com o corpo lavado com água pura”. Hb 10.22);
4- Ser sábio nas petições (“Vou orar com o meu espírito, mas também vou orar com a minha inteligência.” 1Co 14.15);
5- Com sinceridade (“Ó SENHOR Deus, atende o meu pedido de justiça! Escuta o meu pedido de ajuda. Ouve a oração que faço com sinceridade”. Sl 17.1);
6- Santidade (“Quero que em todos os lugares os homens orem, homens dedicados a Deus; e que, ao orarem, eles levantem as mãos, sem ódio e sem brigas”. 1Tm 2.8);
7- Humildade (“se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar”. 2Cr 7.14,15);
8- Incessante (“Orai sem cessar”. 1Ts 5.17 e “...põe a sua esperança em Deus e ora, de dia e de noite, pedindo a ajuda dele”. 1Tm 5.5);
9- Orar em qualquer lugar (“Quero que em todos os lugares os homens orem, homens dedicados a Deus”. 1Tm 2.8).

A nossa ligação com o Senhor obrigatoriamente precisa ser íntima, isto implica em possuir a Sua mente, ou seja, pensarmos e agirmos de à Sua semelhança.

“Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido”.
Fp 4.6

Amém!

Elias R. de Oliveira

sexta-feira, 13 de março de 2009

SER SELETIVO

Renuncias





Resolvi escrever sobre esse assunto hoje por ter ocorrido um fato que me fez acreditar

mais e mais na palavra do trigo e do joio.Temos sim,que deixar para trás tudo o

que fazíamos antes de entregar nossa vida a Cristo.Matar vários hábitos perniciosos

que antes nos pareciam naturais,mas que vemos pelos olhos espirituais que tudo

só passava de enganação do inimigo de nossas almas,”pois ele veio para matar,

roubar e destruir”.

Vejo também que temos de nos afastar de algumas pessoas de nosso antigo

convívio,certas pessoas tem o poder de trazer de volta convicções,sentimentos

e emoções que não mais condizem com a vida de um cristão.São venenos destilados,

olhares reprovatorios,convites que já não nos cabe.Essas pessoas mesmo sem

saber querem nos contaminar com suas palavras e atos.

Muitas vezes a tristeza nos invade por tal atitude, pois eles “amigos” sabem bem,

como e onde magoar nossas feridas ainda não cicatrizadas,pois somos seres humanos

cheios de defeitos,e sofremos sim!

Fico triste por ainda me deixar abater por com as atitudes de certas pessoas, mas.

sei que tudo em minha vida,sentimentos e emoções estão nas mãos de Deus,e creio

que nenhum mau me suscederá,e que todo o intento do inimigo de nossas alma para me entristecer ou me fazer voltar ao velho homem,já foi anulado e destruído pelo sangue

de Jesus.

Oro para que Deus tenha misericórdia de tais pessoas, que fazem questão de remexer

em nossas feridas,querendo assim nos fazer cair,mas gloria a Deus que eu só tenho

Ele e somente Ele que segura firme em minha mão, e me faz lembrar que sou amado.

por Ele em qualquer circunstância,”quando sou fraco é que sou forte”

E pela fé, sei que Ele meu Deus está escrevendo uma nova historia para minha vida.

A historia que Ele quer que eu viva escrita por Ele e não por mim. O passado já não

existe “eis que tudo se fez novo”.Pois sirvo ao Deus do impossível que sabe e me

diz com quem eu devo me relacionar agora.

Senhor tudo é teu, aleluia!!!

Como eu te amo e te agradeço por tudo que estais fazendo de maravilhoso em minha

vida. Gloria ao teu nome meu Deus.


Nell Lemos

13/03/2009

quarta-feira, 4 de março de 2009

QUANDO A DOR PARECE NOS SUFOCAR





As vezes.ou muitas vezes em nossas vidas olhamos para todos os lugares

procuramos um porto seguro,onde nada de ruim possa nos acontecer.Infelismente

a maioria de nós procuramos em vão esse porto seguro em paixões,que não

de paixões meteóricas que nos deixam feridos e magoados,e mas vazios ainda.

Tudo parece não dar certo,uma teia de situações estranhas nos enreda. Batemos

então em todas as portas que encontramos pelo caminho,buscando alivio,

procurando preencher o vazio que se estende em nossas almas. Bebemos demais,

procuramos qualquer tipo de diversão que nos tire de nós. Uma válvula de escape

qualquer para tentar esquecer nossos problemas e nossas dores,algo que nós

deixe anestesiado por algum tempo.

“Amigos” mil,boates,bebedeiras,tranqüilizantes etc. Fugimos de algo que

temos medo,a solidão. Fugimos de nós mesmos por um tempo,uma noite,

um amor de carnaval,uma paixão que não acrescenta,só mina mais e mais a

nossa auto-estima. No outro dia de tudo isso é só vazio e mais solidão em

meio a multidão vemos que estamos só.

Passei por tudo isso,por dores incontáveis,depressões demasiadamente

grandes,dor na alma. Achava muitas vezes que ninguém me amava,ou que eu não

merecia o amor de ninguém ,cheguei muitas vezes a questionar o amor de Deus

por mim,ou que ele havia me esquecido .Pensei ate em muitas vezes morrer

o meu sorriso servia como uma mascara,para esconder meu descontentamento

com a vida. Foi barra!!!

Cheguei a me envolver com seitas obscuras,na onda do pensamento

positivo,onde eu achava que eu tinha o poder de mudar meu destino,como

me enganei,como nos enganamos com as mentiras que o inimigo de nossas

almas nos faz acreditar,muitas vezes com palavras bonitas,incute idéias

da nova era e coisas parecidas em nossas cabeças. Lobo em pele de

cordeiro.

Chegou uma hora que eu já não agüentava mais,minha alma chorava

e gritava de dor .Eu não estava vivendo normalmente ,não via alegria em

era supersticioso em tudo,era horrível,já não queria aquela sobrevida pra mim.

Então e recolhi. Não queria ver ninguém,a sensação de morte me invadia.

Era terrivel,mas lá no intimo eu sabia que havia alguem que me amava

e queria me tirar do fundo do poço em que eu me encontrava. Alguém

que me amava e me “ama” incondicionalmente. Seu nome? Jesus,

o Rei dos reis. Oh,como é lindo agora saber que Ele está comigo em todos

os momentos,em cada passo que eu dou Ele está presente. Maravilhoso é

saber que Ele morreu pelos meus pecados,e pelas suas pisaduras eu sou

sarado. Meu Deus como eu te amo e te quero junto a mim a cada momento.

Sei que a luta ainda não terminou,tenho muitos defeitos,muitas coisas a

serem corrigidas em meu ser,mas creio em ti meu Libertador,creio

que a cada dia de minha caminhada tu estarás comigo segurando

minha mão com tua mão forte ,e me dando força para continuar.

Glória a Deus por isso!

Oro Senhor,para que cada uma das almas que ainda não tiveram

um encontro contigo,só te conhecem por ouvir falar,mas nunca sentiram

o teu poder a tua unção,venham a sentir esse poder libertador e curador.

Tu Senhor quem realmente preenche o vazio de nossas almas,e nos dá

forças nos dias de tempestade. Ah,o Senhor que nos aconchega em seu peito

nos dias de tristeza e solidão. Só tu Senhor. Deus tu estais a porta e bate

que cada um possa abrir seus corações e te deixar entrar.

Preenche Senhor,cada vazio,supri com o teu amor e misericórdia cada

necessidade .Que a tua glória resplandeça e a tua graça seja derramada

continuamente sobre a terra,para que todos reconheçam o teu Nome

e reconheçam o teu sacrifício de amor por nós lá na cruz. Senhor,que os

teus desejos sejam os meus desejos,que os teus caminhos sejam os meus

o teu coração o meu coração,minha boca só louve o teu Nome esse é

o meu desejo,pois só tu Senhor é digno de adoração. Me ensina a te amar

cada vez mais e mais. Sim pai essa é minha oração,que todos preencham

o vazio de suas almas apenas com tua presença,o Deus de minha salvação.

Em o nome de Jesus

Amém


Convertei-vos pela minha repreensão,eis que derramei sobre

vós o meu Espirito e vos farei saber as minhas palavras.

Prov.1:23


Nell Lemos

05 de março de 2009

terça-feira, 3 de março de 2009

Em breve textos e poemas voltados à Jesus Cristo
criados por mim.Oro para q o Espirito Santo de Deus
me dê a inspiração e o dicernimento,para q assim
eu possa estar ajudando as pessoas com as palavras
edificantes e salvadoras q vem do próprio Deus.
Deus toma a diração de tudo o q faço e escrevo
em o nome poderoso de Jesus Cristo.
Amém!!!
UM HOMEM PRIVILEGIADO

Mas um dos serafins voou para mim trazendo
na mão uma brasa viva
que tirara do altar com uma tenaz (Isaías 6.6).

Que homem abençoado e privilegiado foi Isaías.
Ele, ao sentir o seu pecado,
teve um dos serafins
de Deus voando em sua direção com uma brasa
tirada do altar com uma tenaz.
A brasa estava tão quente,
que o anjo não pôde retirá-la com a mão.
Ao tocar nos lábios do profeta,
a transgressão dele foi removida,
mas sua boca não se queimou.
Assim é o fogo de Deus,
o qual Ele nos dá ao sermos
batizados no Espírito Santo.
Com ele,
“queimamos” o inimigo que atormenta o
interior das pessoas, mas não
causamos dano a elas.
O que nos purificou da iniquidade foi
o sangue de Jesus
derramado na cruz do Calvário (1 João 1.7).

O profeta Isaías tem sido
considerado o mais
esclarecido das Escrituras, porque
entendeu a vontade
de Deus como ninguém, apesar de ter
vivido mais
de 700 anos antes de Jesus nascer.
Ele teve uma visão do Senhor assentado sobre
Seu trono e tremeu, pois sabia
que era um homem pecador.
No entanto, o privilégio de ter visto
o Senhor veio
com a bênção de ter tido seus
lábios tocados e purificados.

Enquanto tremia por ter visto o Rei da Glória,
avistou um dos serafins voar até ele, trazendo
uma brasa em uma tenaz que tirara do altar de Deus
para tocar seus lábios e purificá-los.
Uma lição que fica é que o Senhor jamais revela
algo para nos causar prejuízo, mas, sim,
para realizar uma obra maior
(Isaías 55.11; 1 Coríntios 12.7).

É interessante notar que a brasa era tão quente,
que o anjo teve de usar uma tenaz.
Mas também é importante observar que ela não
queimou o corpo do profeta. O fogo de Deus para
purificar não traz dano algum, ele só cumpre
a missão que o Senhor lhe deu.

Quando somos batizados no Espírito Santo,
o fogo que recebemos dos Céus não causa
prejuízo em nós nem nas outras pessoas.
Ao contrário,
purifica do pecado, desfaz as obras do inimigo e
traz a bênção do Alto para todos.

Quem é filho de Deus precisa desse fogo.
Sem ele, a obra que fazemos torna-se igual a
qualquer outra feita pelo homem.
Com o fogo ardendo em nosso coração,
encontramos palavras que despertam os pecadores,
curam as enfermidades e desfazem as obras
do reino das trevas (Marcos 13.11).
Sem esse fogo, tudo o que temos é
uma religião morta,
igual às demais existentes pelo mundo afora.

Se você ainda não é batizado com
o Espírito Santo e com fogo,
peça ao Senhor que o batize, porque
quem não tem esse
poder não consegue obter sucesso.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares